Exu

Exu

Espirito pagão que atua nos dois lados: o bem e o mal. Pela vida que tiveram em terra, tem que esperar seus carmas através de ajudas espirituais, materiais e conselhos.

São escravos dos Orixás, com os quais se comprometem a crescer e melhorar para terem sua evolução garantida; são ainda os mensageiros entre os deuses e os homens, são subordinados a Ogum, por ele ser o Orixá das demandas e o mesmo ter enredo com Legbá/Legbará (vodum), tem falanges e são caracterizados por três grandes chefes Omolú, Lúcifer e Belzebú. Também tem a forma fêmea: a Pombogira, naturalmente traiçoeiras e malvadas. Tendem a ser grandes amigos se forem agravados, viver em qualquer plano do globo terrestre e agem sob todos e todas as formas, sejam elas humanas, animais ou vegetais.

Legbará (Orixá Exu)

É o primogênito de todos os Orixás, foi o primeiro a ser criado para que houvesse continuidade a criação de tudo que tivesse movimento. Para tanto está inteiramente ligado a movimentos da terra e do Orum. Não existe uma definição sexual, apenas apresenta uma forma masculina ou feminina.

O Exu, escravo do ORixá por nós conhecido, trás esse nome por corruptela. O Correto seria chamá-lo de Mavambo ou Mavamba, que são os espíritos em ascensão cultuados aqui no Ocidente, estes por serem grandes merecedores, grandes trabalhadores e auziliares do ser humano em trabalhos e ajudas espirituais. Com o decorrer do tempo passaram a ganhar lugares em certos fundamentos e preceitos.

Os rituais do Orixá Exu onde a eles foram atribuídos: assentamento, indentificação própria e ferramentas.

O Orixá Exu é o representativo do axé primordial (básico). Ele é o movimento, a direção, o princípio e a base do universo. O primeiro Orixá a ser criado por Olorum não exisitindo outro antes dele, apenas Orixalá que é a própria criação e está criando para dar continuidade a tudo que tem vida, seja humano, animal, vegetal ou mineral.

Exú é o único Proxá qie [artoco[a de qualquer atividade dentro do culto, seja Ifá, Ancestrais, Babá Egum, Orixá ou manifestações em geral. Ele é quem dinamiza e propicia que toda a energia seja atingida por um ideal, tanto a positiva quanto a negativa.

Ele faz com que as consequencias se cumpram, não importando a direção, isto é, ele é um cumpridor das tarefas e ao realizador daquilo que tem ser feito, seja para o bem ou para o mal.

É um Orixá consciente daquilo que lhe foi determinado quando da sua criação, É o dono da terra e da luz, podemos chamá-lo de Sentinela ou de Guardião, pois ele tem acesso a luz e as trevas, nunca se estabelecendo em uma delas, mas sim nas duas ao mesmo tempo.

No cosmos existem aqueles que não tem consciência, em outras palavras o Orixá Exu habita justamente esta fronteira, uma vez ele é o marco entre a luz e a treva, fato pelo qual é chamado de Sentinela ou de Guardião entre esses espaços.

  • Natureza deste orixá: Encruzilhadas macho e fêmeas, cemitérios e estradas.
  • Bakuru: Cobalaroiê Exú, Laroiê anã vodú.
  • Saudação: Cobalaroiê! Laroiê!
  • Cores:Preto
  • Dia da Semana: Segunda-feira.
  • Animais: Boi, Bode, Galo, Gato, Morcego, Corujá e Pombo Preto.
  • Frutas: Abacaxi, limão, cana e figo da índia.
  • Qualidades:

Legba: Calungaê, Loña, Maiomba, Pavenã, Juá, Banilé, Barabô, Xoroquê, Ekessaú.

Legbara: Sussurú, Orinã, Kolobô, Pombogira, Omojubá, Oxorongá, Bombogira.

Lendas

http://www.csmariadobonfim.wordpress.com/lendas-de-exu


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s